Se não quiser ouvir a música clique aqui:

Se planejar para um ano,
plante arroz...
Se planejar para dez anos,
plante uma árvore, mas...
Se planejar para 100 anos:
Eduque as pessoas!

Provérbio Chines

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Yorkshire Terrier: aos amantes da raça!

Canil De Yorkshire - Ter Um York É Amor Incondicional

Autor: EDUARDO FREIRE - CINÓFILO

Os filhotes de Yorkshire adoram seus donos, colo e mimos. Alertamos que, na raça Yorkshire, existem Yorkshire de tamanho padrão, que podem variar de 2 a 3 kilos quando adultos, Yorkshire micro, que são exemplares com menos de 2 kilos e os que fogem do padrão que são os Yorkshire acima de 3 kilos.

HIPOGLICEMIA EM YORKSHIRE

É extremamente importante o canil de Yorkshire comentar aos interessados por filhote micro de Yorkshire que os mesmos são sensíveis para manifestarem a hipoglicemia, isto é, taxa baixa de açúcar no sangue e, com isso, podem ter convulsões, levando a caso mais grave. Portanto, é recomendável manter o Yorkshire micro, até ele completar seus 70 a 80 dias de vida, com taxa alta de glicose no sangue. Para isso, é importante dar pela manhã e pela noite qualquer produto a base de glicose:

. LEITE CONDENSADO

. MEL

. GLICOPAN

Quanto a dosagem, a mesma deve ser de acordo com informações mencionadas pela veterinária responsável pelo canil de Yorkshire ou pelo criador de Yorkshire. Nota: Todos filhotes micro, independente da raça e/ou em cães sem raça definida deve ser feito este procedimento.

A COR DO FILHOTE DE YORKSHIRE

Na raça Yorkshire, existem dois tipos de cores, prateado ou Azul Aço e Canela. A cor Azul Aço e Canela é a cor mais desejada em cão Yorkshire.

Nota, que podemos encontrar Yorkshire com tonalidade chocolate, que é considerado cor FORA DO PADRÃO. Levando em conta isso, este filhote de Yorkshire não deve ser registrado, antes de completar seus 6 meses de vida, pois com esta idade, ele poderá mudar de tonalidade e, daí, liberado para ter pedigree. Se ainda, nos 6 meses de vida ele estiver chocolate, infelizmente este cachorro não está apto a ter documento.

A TALA

Alguns filhotes de Yorkshire, é aconselhável colocar a tala. Afinal o que é tala?

Chamamos de tala a fita que é passada entre as orelhas do Yorkshire para que as mesmas fiquem de pé. Yorkshire de orelha abaixada é considerado falta gravíssima na raça.

HISTÓRIA DA RAÇA YORKSHIRE

A origem ocorreu na Grã-Bretanha, porém o desenvolvimento desta raça escocesa encantadora, começou muito tempo antes da data do primeiro registro oficial.

Há relatos variados sobre suas origens e seu desenvolvimento, tentamos dar o mais preciso e amplo enfoque sobre sua história apoiando-nos em livros e publicações, entre os fãs da raça no REINO UNIDO.

Por volta do século XI, os servos e os trabalhadores para manterem cachorros em quase toda a Inglaterra, deveriam seguir uma lei real, controlada pelos guardiões das florestas reais, obrigando todos os cachorros atravessarem um aro metálico de 7 polegadas de diâmetro, para serem classificados como sendo pequenos o suficiente, pois esta classe servil e trabalhadora não tinha o direito à caça para a sua subsistência.

No princípio os cachorros eram usados para caçar ratos e camundongos, embora eles realmente não tivessem a melhor adequação para este trabalho, pois os gatos eram muito mais eficientes nesta função. Não obstante, os cachorros eram úteis completando a dieta do dono pobre, pois caçavam um coelho ou outro pequeno animal ocasionalmente, apesar da proibição.

Antes de 1750, a maioria dos britânicos trabalhava na agricultura, mas com o advento da revolução industrial houve grandes mudanças na vida familiar e muitos operários deixaram até a longínqua Escócia para transferir-se ao Condado de Yorkshire, onde cresceram pequenas comunidades ao redor das minas de carvão, dos moinhos têxteis, e das indústrias de lã, levando junto consigo os seus cães.

Seus antepassados vieram da Escócia onde corre o rio Clyde, onde os cães mais utilizados para caça eram o Clydesdale Terrier e o Paisley Terrier, semelhantes ao Sky Terrier, com pêlo macio e a pelagem lembrando o atual Yorkshire, pesando de 5,5 a 7 kg.

Mas o desenvolvimento adicional objetivando o Yorkshire Terrier atual ainda estava de um certo modo fora de questão, sendo ele muito diferente do Yorkshire Terrier do norte da antiga Inglaterra, muito maior que o Yorkie atual.

Estes terriers foram cruzados inevitavelmente com outros tipos de terrier, provavelmente o Preto Inglês,o Toy Bronzeado, e o Skye Terrier. Acredita-se também que em alguma fase, o Terrier maltês foi cruzado com estas raças para ajudar na conformação de sua pelagem, composta por pelos longos. Isto pode ser bem provável, pois o tipo da pelagem do maltês se assemelha, em muito à dos Yorkies atuais, a não ser pela cor, é claro.

Texto postado por EDUARDO FREIRE única e exclusivamente ao ARTIGONAL e:

http://www.euqueroumfilhote.com.br/yorkshire.htm

http://www.artigonal.com/psicologiaauto-ajuda-artigos/canil-de-yorkshire-ter-um-york-e-amor-incondicional-1287851.html

Perfil do Autor

EDUARDO FREIRE - cinófilo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Falando em Meio Ambiente:

Música é a expressão da Alma!