Se não quiser ouvir a música clique aqui:

Se planejar para um ano,
plante arroz...
Se planejar para dez anos,
plante uma árvore, mas...
Se planejar para 100 anos:
Eduque as pessoas!

Provérbio Chines

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Cuidados com seus fiéis companheiros no inverno

  • Se possível reduza a quantidade de banhos;
  • Mantenha a pelagem do animal mais comprida;
  • Excluindo o fato do cão ou gato ficar muito "fofo" de roupinha, alguns cães menores de pêlo curto realmente sentem muito frio então, nesta época do ano, vale a pena apostar em uma proteção a mais pro seu amigo;
  • Se há ocorrencia de geadas na região pode-se protegê-los com sapatos especialmente desenvolvidos para animais que evitam as queimaduras de frio;
  • Há cães que mesmo nos dias frios não dormem em suas casinhas, preferindo o relento e, até mesmo, a chuva. Neste caso, pelo menos durante a noite, procure mantê-lo em um local fechado;
  • Procure manter a vacinação em dia, inclusive contra a traqueobronquite, que tem maior ocorrencia nesta época do ano e é altamente transmissível.
  • Após o banho não saia com o animal á rua por pelo menos 30 minutos pois o choque térmico fragiliza o animal expondo-o a possíveis doenças.
  • Leve-o para passear nos horários de temperatura mais elevada (11:00 as 15:00h)
  • Alimente-o em maior quantidade (20 a 30%) pois, assim como nós, gastamos mais energia para manter a temperatura corporal. Mas, se seu animal é sedentário ou obeso não hpa a necessidade.
Para os outros animaiszinhos que povoam nossos lares:
  • Peixes: Regule a temperatura da água;
  • Aves: Deixe-as longe de correntes de ar e durante a noite, cubra as gaiolas;
  • Répteis: São animais que não regulam a temperatura corporal sozinhos, portanto, na ausencia de sol, procure mantê-los em local aquecido.
Lembrem-se:
"TODO ANIMAL TEM DIREITO A UM  ABRIGO, NA NATUREZA ELES SE ABRIGAM EM TOCAS...NÃO NEGUE ESTA NECESSIDADE AO ANIMAL"

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Cuidados com cão de pêlo longo

Neste findi de semana levei o Yoshi pra tomar as vacinas anuais (raiva e V10) e, ele estava com o ouvido um pouco inflamado...
O veterinário informou alguns procedimentos legais para o cuidado com cães de pêlo longo que acho legal compartilhar.

Nem sempre no banho e tosa os devidos cuidados são tomados em relação a higiene canina, por exemplo, arrancar os pêlos de dentro do canal auditivo.
Esta prática é meio controversa entre veterinários pois, alguns artigos na net não recomendam a limpeza desta forma, já outros orientam que seja feia desta maneira. Na dúvida, consulte seu veterinário de confiança.

Na limpeza, diária se possível, utilizar cotonetes (há algumas marcas para cães mas, o fabricano para humanos serve) e, não tenha medo de perfurar os timpanos pois, o ouvidos deles é em L. Ou seja, o timpano fica escondidinho e não temos como machucá-lo desde que se faça o procedimento com delicadeza.
Para a remoção dos pêlos, utilizar um talco para limpeza dos ouvidos próprio para isso. Mas atenção, somente aqueles pêlos que ficam no canal auditivo superficial, não os da borda da orelha, hein?
Uma das minhas preocupações era se este procedimento causava algum tipo de desconforto ou dor ao animal mas, se o Yoshi (ranzinza) não ficou incomodado, fico totalmente tranquila. Desta maneira você consegue manter o ouvidinho do seu cão limpo, livre de inflamações (pois não retém umidade) e cheirosinho, já que algumas raças tem pré disposição ao mau cheiro pelo excesso de secreção ou pêlos.

Na dúvida, seguem alguns links orientando a higiene de seu animalzinho:

Como limpar a orelha do seu cão
Saúde Canina
Tosa Bebê

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Vacinação contra a raiva em cães e gatos será em duas etapas


A campanha de vacinação nacional contra a raiva em cães e gatos será aplicada nas cidades do País entre os meses de julho e setembro, em duas etapas. Segundo o Ministério da Saúde, responsável pelo calendário, oito estados realizam a vacinação em julho e outros 17, em setembro. Um total de 32 milhões de doses serão distribuídas, a partir de maio, às Secretarias Estaduais de Saúde, que enviam para os municípios. 
Devido aos eventos ocorridos de reações adversas na campanha de 2010, durante a vacinação deste ano, será mantido o sistema de monitoramento de eventos adversos adotado em 2010, com notificação em formulário eletrônico para o Ministério da Saúde de reações à vacina identificadas nos animais. 

Cuidados com os animais doentes
Até o lançamento da primeira etapa da campanha, previsto para julho, o Ministério da Saúde reforça que os donos de cães e gatos fiquem em alerta quanto à saúde dos seus animais.
  • Em caso de suspeita de raiva, por exemplo, os proprietários devem isolar o animal e chamar ajuda especializada, como técnicos do centro de controle de zoonoses local ou um veterinário da secretária municipal de saúde. 
  • Se a pessoa for agredida por qualquer animal, deve-se lavar imediatamente a ferida com água e sabão e procurar imediatamente um serviço de saúde para obter orientações sobre indicação de vacina ou soro. 
  • Quando a agressão for por cães ou gatos, segundo o ministério, os animais deverão ser confinados por dez dias após a agressão, para observação de sintomas da doença. Se o animal morrer, deve-se informar o departamento de zoonoses do município imediatamente. 
  • Caso seja detectada a presença de morcegos na região, os órgãos da saúde e agricultura local também devem ser acionados para adoção de medidas de controle e prevenção.

Fonte: Ministério da Saúde

Falando em Meio Ambiente:

Música é a expressão da Alma!